10 de setembro de 2011

Um Poema Novo


Ando me repetindo
Idéias, cigarros e vinho
Nada novo em meu caminho
Os mesmo bares
As mesmas esquinas com as velhas putasAdicionar imagem
Os mesmos inimigos e as velhas lutas
Os velhos amigos cada vez mais velhos
No espelho o velho rosto
A mesma falta de gosto
Na cabeça um poema novo
Morre por si.

[Anderson]

4 comentários:

  1. cara, esse poema e essa foto, deu vontade de sair por aí fazendo as mesmas velhas coisas.

    um dos melhores poemas do ano!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Olá, obrigado pela visita
    Gostei muito do seu cantinho
    Ótimo final de semana
    =)

    ResponderExcluir
  4. Também ando a me repetir,
    são esses dias de setembro e outubro
    de mesma pálida estação.

    ResponderExcluir